Sobre uma menina que sempre foi Rainha.


Ela era muito pequena ainda, quando seus pais morreram, e no fundo não entendia por que Deus tinha permitido que no coração dela houvesse tanta dor e sofrimento, agora criada por seu primo como se fosse filha dele, ela procurava deixar para trás todas as marcas e amarguras provocadas por perseguições.

Parecia praticamente impossível, aquelas pessoas todos os dias remetiam provocações e causavam terror, em sua orações ela questionava Deus: “Se éramos seus filhos, por que tanto sofrimento? Ele não é o todo poderoso?” Entre lágrimas eram regadas todas as suas orações, mas não havia nenhuma transformação, nenhuma mudança. Seguir em frente: era o que seu primo dizia. Mas como? Ela lembrou-se dos grandes feitos do Deus de Israel, que sua mãe lhe contara.


Naquela noite decidiu entregar o seu destino nas mãos daquele que havia modificado por diversas vezes o destino do seu povo. Ela estava disponível para ouvir as ordenanças do seu Senhor e cumpri-las, ela já havia sido relutante com os propósitos que Deus tinha pra ela, não podia mais lutar, então ela transformou as suas orações, e não questionou mais os intentos do Senhor. Aquela garota cheia de marcas e traumas decidiu se entregar sem reservas, e por um minuto parou de questionar e decidiu ouvir, e ser um instrumento.



Ela não sabia o que a esperava e nem o tamanho do que Deus queria fazer na sua vida, mas ela decidiu confiar e poucos dias foi recrutada para estar no castelo do rei. Naquele momento dúvidas entraram na sua mente, e quando ela mesma achava que iria desmoronar Deus a sustentou, e a fortaleceu naqueles dias, algo completamente diferente do que ela havia vivido até aqui.

Havia um temor no seu coração, de que ela se afeiçoasse pelo rei, como aquele homem tão importante se interessaria por uma moça como ela? Mas algo que era inimaginável aconteceu: O coração daquele homem se inclinou para ela, como não havia se inclinado para nenhuma outra moça. Ela estava relutante, mas entendeu que havia planos gloriosos para aquele sentimento, ela então apresentou tudo que sentia nas mãos do seu Deus e pediu que Ele a direciona-se, não muito depois, ela foi escolhida para esposa do homem mais importante do império. E através do lugar em que Deus a colocara, ela pode cumprir os intentos de Deus e libertar o seu povo.

Nada foi como ela sonhou, nada foi medido pela sua mente, mas tudo foi escrito e projetado por seu Pai, e foi maior do que ela mesma ousou sonhar. Deus escreveu seu nome na história, por que ele ouviu a sua voz e cumpriu o seu chamado.

Ela tinha feridas, mas escolheu a cura. Nós podemos escolher a cura para os sentimentos de mágoa, para a dor do passado, para os amores mal resolvidos. Nós podemos escolher viver os planos de Deus mesmo sem ver saída. Porque nós podemos escolher a direção, podemos escolher o propósito Dele todos os dias.”


Fique por dentro das novidades do blog também nas redes sociais:



Fica com Deus!
<3

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Menina Modesta. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design.