Não desista de sonhar!

A bíblia traz um abundante relato sobre sonhos na maioria das vezes os apresenta como um canal de revelação da vontade de Deus para seus servos em situações específicas (Gn 20:3; 28:12; 31:11-13; 37:5-10; Dn 7:1; Mt 2:12, 19; 1 Re 3:15; ). Mesmo que as suas aspirações pessoais não possam se enquadrar na particularidade canônica acima, as promessas de Deus para aquele que confia Nele, validam que você pode sonhar sim (Sl 37:5; 122:7; Pv 28:25; Gn 39:2; Dt 28).
Nesses dias de fadigas e incertezas, rodeados de tantas ocupações, infelizmente a maioria das pessoas abandonam seus sonhos e ideais mais nobres. O “mundo” que vivemos condiciona a vida de grande parte dos seres humanos a um modelo preestabelecido de viver para estudar, trabalhar, constituir família, criar filhos, pagar contas, se aposentar e depois morrer. É a vida sob a sentença existencial deste “padrão de vida pós-moderno”, onde indivíduos ocos de si, abandonam a personalidade mais elementar deles mesmos e deixam de ser!

É claro que a rotina não muda muito de pessoa para pessoa, mas o que as distingue é exatamente sua personalidade, atitudes e valores; e por isso é que não são iguais e não podem ser bitoladas pelo padrão da maioria, pois são autônomas, livres e capazes de conduzir a própria vida. É neste ponto de “senhor de si mesmo” que desenvolvemos a grandeza ou a pequeneza de nossa vida, é aqui que sonhamos ou deixamos de sonhar.
Ainda que alguns não admitam, do ponto de vista pessoal – todos sonham, mas nem todos alcançam a realização dos próprios sonhos! Sonhos são como cápsulas de fé e de esperança e agem como fortificantes de nosso ânimo. São por sonhos que renunciamos a muitas coisas, são por eles que nos esforçamos a ponto de oferecer o nosso melhor. É por não sonhar mais que a vida de tanta gente tornou-se morna, sem graça e sem identidade na fileira de “Maria vai com as outras”. Você que me lê agora – não deixe de sonhar, pois no dia em que o fizeres desistirá de si mesmo, abrirá mão de uma história inspiradora e de uma vida relevante.
A coluna de hoje não é “antropocêntrica”, é humana, pois é para humanos que Deus compartilha seus propósitos em forma de promessas – e se Deus “idealiza” a nosso respeito (Gn 12:1-3; At 9:15; Jr 29:11; Mc 1:17), porque nós mesmos deixamos de acreditar? Porque abandonamos o que pode nos mover pra frente e sepultamos sonhos e promessas, minando nossa fé e esperança? Você pode sobreviver igual a todo mundo ou pode viver como Cristo Jesus que fez do projeto de Deus a sua própria realidade e marcou para sempre a história e a vida dos habitantes deste mundo!
Todo sonho tem o seu preço e esse custo nem todos estão dispostos a pagar. Para atingir objetivos é necessário persegui-los fora da cama – é preciso acordar pra vida. É sobre as bases do cotidiano que firmamos nossos ideais – portanto, não viva de fantasias! 
Jamais exclua Deus de seus projetos, pois com a bênção Dele os teus maiores sonhos podem se tornar na mais incrível realidade (2 Cr 26:5). Retome aquele projeto engavetado, inscreva-se naquele curso, se recicle, volte a distribuir currículos, abra seu próprio negócio, volte a poupar para a viagem dos sonhos, se perdoe de novo, se dê outra chance – pois se Deus nunca desistiu de você (Is 41:10; 43:2; Jo 6:37), não faz nenhum sentido você mesmo ter desistido de sonhar!

Fonte: Artigo Góspel 

...............................................................................................................................................................
Fique por dentro das novidades do blog também nas redes sociais:



Fica com Deus!
<3

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Menina Modesta. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design.