Marcas que ficam


Muitos de nós carregamos marcas, sejam elas visíveis ou não. Algumas incomodam, ou não. Despertam curiosidades, ou não. Dependo da fase que você estiver. No começo da caminhada as minhas marcas externas me incomodavam muito mais do que aquelas internas, afinal, as internas eu podia esconder, ninguém via ou conhecia. Ninguém poderia mexer. 

Agora as externas me incomodavam de uma forma gigante, se me olhavam torto quando eu cruzava o corredor da igreja, eu já as culpava, se me fizessem qualquer tipo de pergunta sobre elas, já tinha vontade de cortar o braço fora - sim, dessa forma bem dramática, mal eu sabia que pra mudar o de fora, dentro de mim teria que está curado-, eu levava tão em conta que qualquer pergunta mínima se tornava gigante, me preocupava tanto com o exterior e esquecia que o que precisava ser curado e apagado era no interior. 

O exterior eu não poderia mudar, mas poderia mudar como as pessoas olhavam pra elas, ou melhor, como eu as olhava. Foi então que percebi o erro que eu estava cometendo contra mim, parei, analisei. Haviam marcas em mim que estavam muito mais vivas e fixas do que as externas. 

E quantas e quantas vezes tantas pessoas pensam dessa forma? Quantas vezes damos prioridades para o que não deveria ser priorizado? As marcas externas ficaram lá pra sempre, e elas doem e machucam muito menos do que as que você carrega no seu íntimo, no seu coração, feridas do passado colam em nós nos trazendo rancor e tristezas que podem nos matar espiritualmente. 

Priorize as suas feridas que precisam ser curadas, as marcas que precisam ser apagadas por você, sim, apenas por você, porque Deus já jogou no mar do esquecimento todas as suas transgressões, e colocou em você a marca mais linda que alguém pode ter, desenhou no seu coração, no seu corpo a marca da promessa, promessa de Deus vai mais além do que qualquer marca ou promessa feita aqui. 

Ela não machuca, cura. Ela não dói, traz alegria. Olhe para o que importa, dê valor ao que vai te trazer paz. A cura sempre nos traz paz! Reflita se o que tem te incomodado é o que mais importa. Hoje não ligo tanto assim para o externo, elas trazem a tona o milagre que me tornei. Seja curado, seja um milagre.

Fique por dentro das novidades do blog também nas redes sociais:



Fica com Deus!
<3

2 comentários:



Menina Modesta. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design.