Amo as Coisas Simples da Vida


Ontem acordei chateada, estressada, com um milhão de coisas para fazer e com a disposição de um urso na época de hibernação.  Na verdade, ando muito mal humorada ultimamente e na maioria das vezes, pelo mesmo motivo: eu mesma! 

Fiquei horas pensando porquê eu estava daquele jeito. Aí, para desestressar fui lavar louça e fiquei pensando coisas sem nexo nenhum, hipóteses de coisas que nem sabia que eram possíveis. Aí, pensei em algo que acabou com meu estresse e me deixou triste. Ninguém, nunca me pediu perdão! (*pelo menos que eu me lembre), sempre que acontece algo, mesmo que eu esteja 'certa', eu quem peço perdão. 

Fiquei me perguntando, por que isso? Aí, me senti indigna desse 'favor' e me senti mais triste ainda. Senti saudade, de quando meus 'amigos', me procuravam para saber se eu estava bem, sem logo em seguida me pedir um favor ou alguma outra coisa. Me senti absolutamente sozinha, abandonada, a pior das pessoas. Sem capa, fiquei com vergonha de mim. 

Desejei um abraço apertado, um colo, e até rolaram umas lágrimas... 

Tomei banho e fui pra faculdade. No caminho ao ponto de ônibus alguns jovens se aproximaram de mim, me deram um folheto e disseram: JESUS TE AMA, MOÇA! 
Uau... Isso me deu um tchan diferente... Me senti querida e no mesmo instante, agradeci a Deus e pedi perdão por ter aqueles pensamentos e sentimentos. 

Fui pra faculdade e em meio aos meus pensamentos, no meio do caminho, olhei pela janela do ônibus e estava escrito em um muro: "QUE A FELICIDADE SEJA SONHO META E REALIDADE"... KKK o muro pregando pra mim... Kkkk vê se pode uma coisa dessas... Kkk

Mas continuei meu caminho. Na faculdade, o sentimento de inferioridade voltou. Algumas pessoas tem esse dom de fazer a gente se sentir assim, mas nos somos culpados por deixar que isso aconteça e  peco muito nisso. As pessoas despejam em mim sentimentos e eu permito isso, permito que isso me machuque, faça morada e me transforme em alguém sem cor.

Cheguei em casa e fui recepcionada por meu sobrinho (meu amor), ele olhou pra mim e do nada falou: "tenho orgulho de você tia!" Fiz cara de 'ué' e comecei a rir... Perguntei: por que? e ele disse: porque sim, você é a melhor tia do mundo.

Pois bem, mesmo com todas as bagagens que acolhemos, mesmo sem ser nossas, as coisas simples da vida sempre nos 'pegam de jeito'.  E 'I like this' ... 

Fique por dentro das novidades do blog também nas redes sociais:



Fica com Deus!
<3

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Menina Modesta. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design.