Quem você pensa que é?


Esta semana eu tomei uma decisão, que poderia me animar muito se a resposta fosse positiva, ou me deixar triste se fosse negativa. Recebi uma negativa, não, não é a primeira vez que lido com negativas. E por mais incrível que possa parecer sempre aprendo tremendamente com elas.

Jesus disse que sendo maus sabemos dar coisas boas aos nossos filhos quanto mais Deus, que é bom. (Mateus 7.11) Duas perguntas Deus me fez, pra quê eu quero? E por que agora? Engraçado que as respostas deveriam parecer óbvias. Ora porque espero por isso desde de 2010, e porque já estou pronta. 

Mas, em sua rica misericórdia Deus me deu uma lição tremenda. Qual é o meu tesouro? E onde este tesouro está. As escrituras são enfáticas ao dizer que onde está o nosso tesouro, aí habita o nosso coração. E nosso coração deve ser trono de Deus. Deve dar lugar a manifestação da sua vontade.

Quando entendemos que vida cristã é tudo sobre Jesus e nada sobre nós, deixamos de lado o egoísmo tosco, o eu quero para já e quero agora. Paulo entendeu, viveu e anunciou esta verdade. “Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele.” Colossenses 1:16 

Nossa visão acerca da vida e de tudo que nos rodeia ganha outra conotação quando entendemos que se não formos resgatados por Ele, seremos apenas bonecos de barro. 

Quando a verdade sobre o Reino de Deus e a manifestação da sua glória é expressa em nossos corações começamos a nos preocupar mais com quem está a nossa volta. 

Consegues perceber que fazemos parte da grande comissão intimada para ser canal de manifestação da glória de Deus? 

Aclamados a pregar o evangelho a toda criatura conforme Marcos 16:15-18: “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.

Muito, além disso, visitar órfãos e viúvas (Tiago 1.27), acolher os de coração aflito. A dor do outro precisa nos incomodar, a dor do outro precisa nos inquietar. Precisamos sair da zona de conforto e alcançar os sedentos. Isso não é nada sobre mim, nada sobre você. Tudo é sobre Cristo, Seu favor, amor, Sua graça e Sua misericórdia. 

Finalizo com uma frase do Pr. Emerson Pinheiro. “Se, um dia você aceitou Jesus, você já é um missionário.”

Fique por dentro das novidades do blog também nas redes sociais:



Fica com Deus!
<3

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Menina Modesta. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design.